♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ SOM ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥




MusicPlaylist
MySpace Playlist at MixPod.com

<


♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ MINHA SALA ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥



Salinha dos meus mimos ganhos




♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ AWARD ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥






♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ LINK ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥






♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ MIMO ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥







♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ LINK AMIGOS ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥














♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ DIAS E HORAS ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥







♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ MEUS AMIGUINHOS ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥


♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ MEUS AMORES ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥




♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ ARQUIVO ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥




. Oi gente, bom dia! Desculpem a ausência mas é que ...
. Oi gente,td bem com vcs? Olha,vim falar sobre um ...
. Olá pessoal, bom dia. Hoje é o Dia Nacional da Ge...
. Oi gente, td bem? Olha,pra quem tem animais e casa...
. Pseudociese Lidando com a gravidez psicológica Re...
. CatNip - A erva dos gatos Erva do gato ou...
. Por que as pessoas dizem que não gostam de gatos? ...
. Porquinho-da-India O popular porquinho-da-índia pe...
. Esse é o Chartrand meu gatinho.Ele completou 1 an...
. Ibama prepara lista de animais silvestres que pode...




♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ LAY BY ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥



Lay: Sandra




♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ HTML ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥



Cristiny On Line



♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ CRÉDITOS ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥





Casinha das Gifs ~ Entre! ^^



♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ PROTETOR DO BLOG ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥





♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ SAUDADES ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥








♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ E-MAIL ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥



mone_siqueira@yahoo.com.br

♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ ESTOU NO ORKUT ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥

♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ ESTATÍSTICAS ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥





Amigos On Line:





♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ DEIXE UM RECADINHO ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥




♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥ VOLTEM SEMPRE ♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥.♥





PRESENTES RECEBIDOS








segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Oi gente, bom dia! Desculpem a ausência mas é que ando
as voltas com um joguinho pra láde viciante! rsrs
Recebi por e-mail,de uma amiga muito querida, a Jandira,mais
conhecida por Jan,essa história comovente sobre como "deveria"
ser a espécie que se diz inteligente e evoluída.Ou seja, nós!
Leiam abaixo etirem suas próprias conclusões
Obrigada amiga.


No dia 12/12, protetores chegaram ao local para organizarem a Feirinha de Adoção, e encontraram 12 filhotes abandonados: 8 com aproximadamente 40 dias, amontoados dentro de uma caixa, já com 4 horas de nascidos.
Protetores dizem:
Ficamos desnorteados sem saber o que fazer.
Por termos ficado dois finais de semana sem realizarmos feiras por causa do tempo ruim, estamos cheios de filhotes em hospedagens e tão pequenos que precisam mamar de duas em duas horas, inclusive no período da noite.
Foi quando apareceu uma cadela de rua, castrada e se aproximou dos filhotes. Deitou perto da caixinha e começou a tomar conta deles. não deixava ninguém se aproximar. Com cuidado, colocamos os filhotes perto dela, que começou a acariciá-los e tentar oferecer-lhes o seu leite, ainda inexistente.
Este é o verdadeiro sentido da maternidade.
Passadas algumas horas, com o leite aos poucos chegando, a mamãe já estava inteiramente integrada com seus novos filhotes, os quais cuida como se os tivesse gerado.
Nós a batizamos de Vida.Fica então a pergunta: Por que nem todos os humanos agem dessa forma?

























Publicado por: Simone às 11:33

* Postar um comentário * Total: 1 Comentários




sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Oi gente,td bem com vcs?

Olha,vim falar sobre um assunto que irrita bastante os donos de gatos
ou aqueles que não são "donos" mas que passam por esses problemas em
relação à urina dos gatos.Inclusive,esse é um dos motivos pra algumas pessoas
abandonarem ou simplesmente não gostarem de gatos.

Marcar território com a urina,é uma das principais características dos gatos.
Eles também podem fazer isso,com as fezes.
É importante acostumar seu gato desde pequeno,a fazer suas necessidades
em caixas higiênicas.Existem vários tipos de areia higiênica no mercado que
ajudam o animal a se acostumar com a caixa.

Outra maneira, é castrar seu gato desde cedo.Assim não terá o hábito de marcação
de território.Essa é uma das vantagens de se ter animal castrado.
O problema é que existem muitos animais jogados na rua.Eles não
estão lá por que querem.E com isso,crescem os problemas de zoonoses e a antipatia
de muitos pelos gatos,principalmente.

Os gatos castrados,fazem xixi na caixinha agachados que nem as fêmeas.
Não sabia disso? Mas é verdade! Olha a foto de um de meus gatinhos
fazendo xixi na sua caixinha....rs.




Marcadores:


Publicado por: Simone às 13:57

* Postar um comentário * Total: 0 Comentários




sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Olá pessoal, bom dia.
Hoje é o Dia Nacional da Gentileza mas também é sexta-feira treze.
E todos nós sabemos das crenças que as pessoas tem em achar que esse é o dia do azar!
Crendices a parte,venho em nome da Campanha pelo dia de hoje,e pedir gentilmente que não coloquem a culpa nos gatos pretos....Os bichanos nada tem a ver com essa história.E em nome da gentileza peço para que as pessoas que não tem muita simpatia pelos bichanos,pelo menos não os maltratem,porque além de não ser nada gentil,é CRIME!
E não se esqueçam: Gentileza gera Gentileza.Ainda que para com os animais.Afinal,eles também são criaturas de Deus merecem respeito!
Bjs.






Marcadores:


Publicado por: Simone às 09:44

* Postar um comentário * Total: 0 Comentários




terça-feira, 10 de novembro de 2009

Oi gente, td bem?
Olha,pra quem tem animais e casa,tanto gatos como cães,a dica abaixo é
uma boa opção para
o seu animalzinho não comer plantas indesejadas e correr
o risco de envenenamento.
Dá uma lida no post e querendo mais informações,entra no site ok? Vale a pena conferir.
Um bjo.





Curiosidades animais

Porque alguns cães e gatos tem o costume de comer grama?


Se você ver seu bicho de estimação comendo grama, não se assuste...

Ele não virou vegetariano nem está querendo vomitar, ao contrário do que muitos acreditam.


Na verdade, a grama ajuda a limpar o intestino dos animais.

No caso dos cães, acredita-se também que esse costume venha de seus ancestrais.


Há muito tempo atrás, os lobos se alimentavam de animais herbívoros e, indiretamente, consumiam um pouco de vegetais de dentro do estômago e intestino desses bichos.


Mas, fique esperto: seu bichinho pode contrair verminoses se ingerir a grama de determinados lugares. O legal é comprar sementes em Pet Shops, próprias pra isso, e plantar em casa pro seu cachorro ou gato poder comer tranqüilamente.


Quer saber mais? Então acesse também www.igirl.com.br/bichoamigo




Marcadores:


Publicado por: Simone às 10:32

* Postar um comentário * Total: 0 Comentários




segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Pseudociese

Lidando com a gravidez psicológica
Revista Cães & Cia, n. 315, agosto de 2005


A cadela começou a raspar cantinhos da casa, simulando cavar? Protege uma área ou objeto? Fica ansiosa e choraminga? Atitudes como essas, aliadas a uma eventual falta de apetite, podem indicar gravidez psicológica caso não tenha ocorrido acasalamento. Alexandre Rossi explica o que se pode fazer quando a gravidez é psicológica.

A gravidez psicológica, ou pseudociese, ocorre em mais de 50% das cadelas não castradas. Além das mudanças comportamentais, ela causa alterações físicas, como o desenvolvimento das glândulas mamárias e a produção de leite, chegando a surpreender muitos proprietários. Como isso foi acontecer se a fêmea nem esteve com um macho?

Como surge?
Do ponto de vista fisiológico, a gravidez psicológica é um engano do organismo. É gerada por alterações hormonais, capazes por si só de influenciar o comportamento e o desenvolvimento de tecidos mamários. Portanto, para que a “gravidez” ocorra, não é preciso haver filhotes no útero.A confusão parece acontecer quando diminui bruscamente o hormônio progesterona, presente durante o cio e por mais dois meses. Quando a cadela está para dar a luz, cai o nível de progesterona, o que estimula a produção do hormônio prolactina. A prolactina, por sua vez, age no tecido mamário, podendo ativar a produção de leite e também causar o comportamento maternal. É comum as cadelas desenvolverem gravidez psicológica após a castração, se realizada até três meses depois do início do cio. Com a retirada dos ovários, que produzem a progesterona, há a interrupção da produção desse hormônio e a liberação da prolactina pela hipófise, localizada no cérebro.

Por que é comum?
À primeira vista, fica difícil imaginar como a gravidez psicológica se tornou comum na espécie canina. Mas, se pensarmos numa alcatéia (grupo de lobos), a coisa fica mais fácil. Nela, só os indivíduos dominantes costumam se reproduzir. E eles, tanto os machos como as fêmeas, são também os melhores e mais corajosos caçadores.
As lobas não dominantes que desenvolviam gravidez psicológica podiam cuidar, com perfeição, dos filhotes das fêmeas dominantes, já que apresentavam os comportamentos necessários para tal, e até amamentavam. Graças a essa ajuda, as fêmeas dominantes podiam caçar e conseguir alimento para o grupo. Com isso, as fêmeas que cuidavam dos filhotes se aproximavam afetivamente da líder e desenvolviam um bom relacionamento com a próxima geração. E ser influente numa alcatéia é importante para a sobrevivência e para a escalada hierárquica.


O que fazer?
Quando ocorre a gravidez psicológica, há quem deseje interrompê-la para a cadela voltar logo ao normal. Medicamentos que inibem a prolactina fazem cessar rapidamente a produção do leite e o comportamento maternal.
Sem medicação, a gravidez psicológica costuma terminar em duas semanas. Alguns proprietários preferem aproveitar essa fase para admirar o comportamento materno das suas cadelas. Apreciam vê-las adotar e proteger os filhotes imaginários, na forma de bichos de pelúcia, de bolinhas e até de controle remoto de TV! Uma das atitudes destinadas à proteção dos filhotes é cavar – serve para lhes preparar uma toca.


Devemos retirar os filhotes imaginários?
Algumas pessoas, para impedir que a cadela adote objetos, têm atitudes como tirá-la do cantinho que escolheu e esconder seus brinquedos. Tais procedimentos podem aumentar a ansiedade da cadela e estimular comportamentos compulsivos. Deixá-la a vontade é a maneira mais respeitosa de lidar com a situação.

Evitar agressividade
A cadela pode ficar com ciúme dos filhotes imaginários e se tornar agressiva para protegê-los. Mostre que você não irá roubá-los. Para isso, ao se aproximar dela, ofereça um petisco ou brinquedo. A maioria das fêmeas deseja a aproximação de alguém que, além de não ser ameaça, traga coisas gostosa.

Complicações com as mamas
O aumento das mamas é normal durantes a gravidez psicológica e o leite produzido acaba sendo reabsorvido pelo corpo da fêmea. Mas às vezes ocorre a mastife – inflamação nas glândulas mamárias. Por isso, se surgirem carocinhos, dores ou pele avermelhada, não deixe de consultar um médico-veterinário. A produção de leite pode aumentar ou durar mais tempo se as mamas forem estimuladas. É melhor, portanto, evitar manuseá-las. E se a cadela praticar auto-sucção das mamas, pode ser recomendado impedi-la com um colar elisabetano (posto em volta do pescoço torna impossível o contato da boca com o próprio corpo).

Marcadores:


Publicado por: Simone às 11:11

* Postar um comentário * Total: 0 Comentários




terça-feira, 20 de outubro de 2009





Erva do gato ou catnip é o nome comum para uma erva perene da família das hortelãs.
Nativa da Europa e da Ásia, essa erva possui um ingrediente ativo chamado Neptalactone que atrai a maioria dos felinos. Nos Estados Unidos, 400 toneladas de CatNip são utilizadas a cada ano, sendo que 80% desse total (320 toneladas) são destinados aos gatos.


A resposta ao CatNip é uma herança genética e o órgão responsável pela sensibilidade de perceber a substância Nepetalactone é o órgão de Jacobson, que se situa no cérebro dos felinos.
Segundo os estudiosos e veterinários, o cheiro dessa erva estimula o instinto predador do animal e afeta quase todos os felinos, inclusive leões, pumas e onças e é inofensiva para eles.

Geralmente, a erva atrae mais gatos machos do que fêmeas, sendo que antes da fase reprodutiva (6 meses) os gatinhos costumam ser imunes ao seu cheiro.

Seu efeito é mais intenso nos 10 primeiros minutos, depois disso, o gato acaba se adaptando a ela. Após duas horas longe da erva, o animal se recompõe, então, a mesma reação pode acontecer se o gato entrar em contato com ela novamente.

O CatNip é encontrado na maioria dos brinquedos para felinos - recheio de ratinhos de feltro, bolinhas ou novelos de lã. Pode ser encontrada também in natura em pet shops.
O único cuidado na utilização da erva CatNip é a sua procedência. Dê preferência para produtos originários do Brasil e que foram cultivados sem agrotóxicos.



Marcadores:


Publicado por: Simone às 09:22

* Postar um comentário * Total: 0 Comentários




segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Por que as pessoas dizem que não gostam de gatos?

Estou cansado de ouvir pessoas dizerem que não gostam de gatos. Como sou fascinado por essas criaturas, resolvi tentar entender o porquê disso. Como é que alguém pode não gostar de animais tão maravilhosos?
Conversando com diversos “inimigos” de gatos, cheguei a algumas conclusões. Não sei se estão corretas, mas me confortam e espero que ajudem a confortar aos demais amantes dos felinos.

Nojentos e asquerosos
Há pessoas que dizem sentir nojo de gatos ou que os acham asquerosos. Logo imaginei que poderia ser aflição por pêlos, já que bastante gente gosta da pele de sapos ou de pererecas. Mas a maioria dessas mesmas pessoas não acha os cães nem um pouco nojentos ou asquerosos. Como? Os dois possuem pêlo e pele muito semelhantes, sendo que os gatos costumam estar muito mais limpos e com menos odores que os cães. Concluí que esses comentários não decorriam de características da pele ou do pêlo dos gatos. Essa minha primeira conclusão me deixou ainda mais curioso e continuei com minha pequena pesquisa...

Interesseiros e egoístas
O comentário que mais ouvi, sem dúvida nenhuma, é que os gatos são interesseiros e egoístas. Esse foi o principal motivo relatado pelas pessoas que diziam odiá-los. Achei curioso o fato de essas pessoas nunca terem tido um contato maior com gatos. O pouco que elas sabem é pelo que ouvem falar. Fui ficando cada vez mais curioso, pois como alguém pode ser capaz de odiar um animal que nem sequer conhece direito?

Prazer em falar mal do bichano
Outra coisa que me intrigava era as pessoas parecerem ter prazer em falar mal dos gatos ou ter orgulho em dizer que não gostavam deles. Mesmo quando eu perguntava especificamente se gostavam de cães, muitas me respondiam que sim e aproveitavam a deixa para dizer que, porém, de gato não gostavam! Da onde viria essa vontade tão grande de dizer que não gostavam de gatos?

Clube exclusivo
No decorrer de minha pesquisa, comecei a perceber que existia nas pessoas uma tendência de escolher entre uma espécie e outra, como se não pudessem gostar das duas. Se gosto de cães, automaticamente não posso gostar de gatos.

Ajuda de psicólogos e psicanalistas
Com uma porção de dados na mão e inúmeras dúvidas, resolvi bater um papo com especialistas em comportamento humano, ou seja, com psicólogos e psicanalistas.
Foi a partir dessa conversa que muitas coisas se esclareceram na minha cabeça e passei a compreender melhor os não amantes de gatos. Não quero dizer, com isso, que concordo com eles - simplesmente os entendo melhor!


Abaixo menciono algumas das nossas conclusões:

Quero falar de mim e ser aceito!
Quando alguém fala sobre algo, também está falando de si próprio. É o que acontece, provavelmente, quando a pessoa diz que não gosta de gatos. Em vez de dizer que não é egoísta, independente ou nojenta, simplesmente diz que não gosta de gatos. E a intenção de falar sobre si mesma e de estreitar o relacionamento terá funcionado se a pessoa com quem conversa também tiver repúdio por gatos.

Expectativa errada
Mas como é que o gato tornou-se sinônimo de interesseiro e independente? Provavelmente isso acontece porque há uma tendência natural de compará-lo com o cão, animal extremamente dependente e que necessita de constante aprovação das pessoas do seu grupo.Não há como não se frustrar se esperarmos que um gato se comporte como um cão e vice-versa.

Dificuldade de aceitar o diferente
Para a maioria das pessoas, é muito mais fácil aceitar o comportamento canino, muito mais conhecido por elas e mais parecido com o nosso. Seres humanos são extremamente carentes e precisam de aprovação dos demais quase que constantemente, assim como os cães e diferentemente da maioria dos gatos.

Vença seus preconceitos!
Concluímos, com a pesquisa, que as pessoas falam mal dos gatos para conseguir atenção, para ser aceitas e para dizer que não são egoístas e que precisam das outras pessoas. Mas também dizem sem saber, pelo menos algumas, que são preconceituosas e que não conseguem amar seres diferentes delas!
Gatos são animais incríveis, mesmo sendo diferente dos cães e de nós. Reconhecer isso e aprender com as diferenças nos torna pessoas mais sensatas e humanas.


Alexandre Rossi
Zootecnista, mestre em psicologia pela USP
e especialista em comportamento animal
pela Universidade de Queensland, na Austrália.
Revista Cães e Cia, n°342,Novembro de 2007



Marcadores:


Publicado por: Simone às 13:26

* Postar um comentário * Total: 0 Comentários